Dúvidas frequentes

DÚVIDAS FREQUENTES- MESTRADO PROFISSIONAL TECNOLOGIA, AMBIENTE E SOCIEDADE

1. O Mestrado PPGTAS é acadêmico ou Profissional? Qual a duração?

O mestrado PPGTAS é profissional. A duração Mínima é de 12 meses e a máxima de 24 meses contados a partir da data da primeira matrícula.

2. Pode ocorrer a dilação do prazo de integralização?

Excepcionalmente por recomendação do orientador e aprovação do colegiado pode ocorrer a concessão de alteração deste prazo por duas vezes nas seguintes condições:

a) solicitado pelo discente;

b) e completado todos os requisitos do programa, exceto a defesa da dissertação ou trabalho.

3. Quais são os requisitos para a Obtenção do título de MESTRE?

- Cursar disciplinas da área de concentração e,ou do domínio conexo do Programa de Pós-Graduação(As disciplinas encontram-se definidas no Regimento interno do Programa.);

-Proficiência/suficiência em Língua Estrangeira;

- Cumprir os créditos exigidos;

- Cumprir todas as disciplinas obrigatórias;

- Qualificação;

- Defesa.

4. Como é feita a Seleção de candidatos ao Programa PPGTAS?

A seleção é feita, anualmente, por meio de Processo seletivo conduzido por uma comissão Julgadora designada pelo Colegiado do Programa, regido por Edital específico divulgado na página da PRPPG/UFVJM e PPGTAS/UFVJM

5. A seleção é aberta a todos os candidatos?

A seleção é aberta a todos os candidatos graduados que atendam aos requisitos previstos no Edital.

6. Como se processa a matrícula dos candidatos ao PPGTAS?

A matrícula é realizada, semestralmente, pela PRPPG, em data previamente definida no Calendário Acadêmico da PRPPG , e:

- Disponível para os candidatos classificados até o número de vagas.

- Deverá ser requerida semestralmente pelo discente no prazo previsto no calendário acadêmico;

- Matrícula na disciplina Pesquisa Orientada é obrigatória em todos os períodos;

- A falta de renovação de matrícula no período previsto no calendário acadêmico da PRPPG implicará em abandono do Programa.

7. Poderá ocorrer Cancelamento de Matrícula no PPGTAS?

Sim. O cancelamento poderá ocorrer em uma ou mais disciplinas desde que:

- A solicitação será feita pelo discente à coordenação do Programa;

- Prazo: até 25% da carga horária total da disciplina;

- O cancelamento em cada disciplina só será concedido uma única vez;

- Não poderá o discente cancelar todas as disciplinas em que se encontra matriculado no semestre.

*Prazo para a realização do cancelamento no Siga pela Coordenação: 10 dias úteis após o pedido.

8. O que ocorre se o discente PPGTAS não renovar a matrícula?

A falta de renovação semestral da matrícula no período previsto pela PRPPG em calendário acadêmico, implicará abandono do curso.

9. O que ocorre se o discente bolsista não renovar a sua matrícula?

A não renovação implicará abandono do curso e consequente restituição ao erário dos valores referentes às bolsas já recebidas devidamente corrigidas.

10. Se eu for aluno da graduação UFVJM, ao ser aprovado na seleção para o mestrado PPGTAS, posso me matricular normalmente?

Infelizmente, não. O Art.21, §2º do novo Regulamento Geral da PRPPG veda a matrícula simultânea em curso de graduação e pós-graduação. A matrícula simultânea gerará desligamento do Programa.

11. O discente regularmente matriculado no PPGTAS pode requerer Trancamento de Matrícula?

Sim, desde que obedeça aos seguintes passos:

- Solicitação do discente;

- Aprovação do orientador e do Colegiado do Programa;

- Execução: PRPPG

- Período de trancamento: durante o semestre em que foi concedido.

- Concedido uma única vez.

12. O discente com matrícula trancada mantém o vínculo com o Programa PPGTAS?

Sim. Durante o trancamento da matrícula o discente permanece vinculado ao programa, o que lhe permite o retorno ao fim do prazo.

13. O Programa PPGTAS é presencial?

Sim. As atividades regulares do Programa são presenciais com aulas regulares definidas dentro de um cronograma de dias e horários específicos.

14. É obrigatória a Frequência às aulas regulares e demais atividades do PPGTAS?

Sim. É exigido do discente o mínimo de 75% de frequência nas atividades previstas.

15. O que deve conter no Plano de disciplinas?

O plano de disciplinas deverá ser elaborado sob a supervisão do docente orientador e deverá conter todas as disciplinas que o discente pretende cursar.

Ainda deverão ser colocadas as disciplinas que já foram cursadas como disciplinas isoladas; as disciplinas não creditadas (Proficiência, Qualificação, Seminários, Pesquisa Orientada, Estágio de Docência);

- É desejável que se coloque o co-orientador;

- É desejável que já se coloque o título do projeto de mestrado.

16- Quando ocorre o desligamento do discente PPGTAS?

O discente é desligado nos seguintes casos previstos no Regulamento da PRPPG:

I- coeficiente de rendimento inferior a 1,0(um décimo) ;

II- dois conceitos R ou 2 conceitos NS em qualquer disciplina, na mesma disciplina ou disciplinas diferentes;

III- não completar os requisitos no prazo exigido;

IV- por solicitação do orientador com a devida justificativa;

V- a pedido do discente, devidamente justificado, com anuência do orientador;

17. O professor-orientador é escolhido pelo discente?

O professor-orientador será o responsável pela sublinha de pesquisa ao qual o candidato se inscreveu para o processo seletivo.

18. Qual o papel do professor orientador?

O orientador supervisionará a pesquisa para o trabalho de conclusão do curso. As atribuições do professor-orientador estão descritas no Regulamento Geral da PRPPG(http://prppg.ufvjm.edu.br/ – legislação);

19. O que ocorre quando o professor-orientador desiste da orientação?

Na falta ou impedimento do Orientador o Colegiado designará um substituto.

20. E se a desistência do orientador se der após a qualificação do discente?

Neste caso, o orientador poderá permitir que o discente dê continuidade à sua pesquisa sob a orientação de outro docente.

Do contrário, o discente terá de iniciar uma nova pesquisa com o novo orientador e proceder a nova qualificação.

21. O discente pode solicitar a mudança de orientador ou tema?

Sim, com justificativa fundamentada. Porém quando a solicitação se der após a qualificação, o discente deverá enviar ao Colegiado do Curso, no prazo de 30 dias, carta de aceite devidamente assinada pelo novo orientador e se submeter a nova qualificação.

22. O discente poderá ter um coorientador?

Sim. Desde que obedeça ao regulamento geral da PRPPG

23. O coorientador poderá ser membro externo à instituição ou ao Programa?

Sim. Desde que obedeça ao regulamento geral da PRPPG e o docente atenda a todos os requisitos exigidos para a coorientação.

24. Há um número limite de orientados por orientador?

Sim. O número de orientados por orientador obedecerá equilíbrio entre os diversos docentes do curso, considerando a demanda de candidatos por sublinha de pesquisa, os tempos de titulação em orientações anteriores, a produção científica e o cumprimento das obrigações por parte do orientador, desde que o número de orientados por orientador não seja superior ao estabelecido pela Capes. A orientação dos estudantes do PPGTAS/UFVJM será feita por docentes permanentes do PPGTAS.

25. O discente deverá cursar todas as disciplinas oferecidas pelo Programa?

Não há impedimento desde que seja feito dentro do prazo de integralização. O discente deverá cursar 12 créditos em disciplinas da área de concentração e 12 créditos em disciplinas eletivas. A relação de disciplinas a serem cursadas pelo discente constará do Plano de disciplinas a ser elaborado por este juntamente com o orientador e compreenderá disciplinas obrigatórias e eletivas;

- As disciplinas obrigatórias só poderão ser cursadas pelos discentes regularmente matriculados. Não podem ser cursadas como disciplinas isoladas.

- A defesa só ocorrerá após o cumprimento dos créditos exigidos

26. Há um número de créditos definidos a serem cursados pelo discente para integralização do mestrado PPGTAS?

Sim. Para integralização do mestrado profissional deverão ser cursados , no mínimo, 24 créditos, sendo 12 em disciplinas da área de concentração e 12 em disciplinas eletivas, além da qualificação, estágio de docência, seminários de pesquisa e do exame de proficiência.

27. Qual o sistema de Avaliação do PPGTAS?

Adota-se o sistema de conceito.

Conceito

Situação

Equivalência

A/B ou C

APROVADO

A- 90 a 100

B- 75 a 89,9

C- 60 a 74,9

R

REPROVADO

00- 59,9

I

INCOMPLETO

Disciplina não termina no semestre vigente

J

Cancelamento

-

K

Trancamento

-

S

Satisfatório

Disciplinas obrigatórias não utilizadas no computo dos créditos

NS

Não /satisfatório

Reprovado em Disciplinas obrigatórias não utilizadas no computo dos créditos

Q

Em andamento

Utilizado para Pesquisa |Orientada. Após a defesa, o conceito Q passará a S.

- Mínimo para aprovação- 60,0

- Reprovado por frequência : discente que não alcançar frequência mínima de 75% em cada disciplina.

28- Que prazo tem o discente para elaborar a proposta do seu Projeto de Pesquisa ?

O discente deverá entregar uma cópia impressa e uma digital do Projeto à Coordenação até a renovação de sua matrícula para o segundo semestre.

29- O que deve conter o Projeto de Pesquisa?

O projeto deve ser apresentado obedecendo à seguinte estrutura mínima:

capa (obrigatório); resumo (obrigatório); sumário (obrigatório); introdução – qualificação do principal problema a ser abordado (obrigatório); referencial teórico ou revisão de literatura (corpo do texto pode ser dividido em tópicos) (obrigatório); Justificativa (obrigatório); objetivos (obrigatório); materiais e métodos (corpo do texto pode ser dividido em tópicos) (obrigatório); cronograma de execução (obrigatório); referências (obrigatório)

30- Qual o prazo que o discente PPGTAS tem para se qualificar?

A qualificação da Pesquisa de Mestrado deverá ser realizada com o prazo mínimo de 12 (doze) meses e somente após a finalização de todos os créditos e disciplinas obrigatórias

31-Para se qualificar, como deve ser estruturado o projeto ?

O Projeto de qualificação deverá ser estruturado de acordo com o Manual de Normatização da UFVJM .

32 -Para se qualificar, o projeto deve estar concluído?

Necessariamente, não.

33.Quem solicita o exame de qualificação: o discente ou o orientador?

O Pedido de exame de qualificação e a composição da banca devem ser propostos pelo discente junto ao orientador, aprovado pelo orientador e homologado pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação.

34.Onde e quando o discente deve agendar a qualificação?

O requerimento de solicitação de qualificação é feito à Coordenação do Programa. Sugere-se que a solicitação seja encaminhada à Coordenação até a 1ª semana do mês anterior ao mês da defesa, de modo que possa ser apreciado em tempo hábil pelo Colegiado, e, se tenha o tempo necessário para as providências cabíveis.

35. Quem compõe a Banca para qualificação e quantos são os membros?

A qualificação da Pesquisa de Mestrado será realizada por Banca Examinadora, proposta pelo orientador e composta de pelo menos três professores doutores (o orientador, um membro de outra linha de pesquisa do PPGTAS, e pelo menos um externo ao PPGTAS da área de conhecimento do estudo).

Composição da Banca Examinadora :

Mínimo, 3 (três) membros titulares e 1 (um) suplente, indicados pelo orientador e homologados pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação.

36. Há um formulário padrão para solicitação de qualificação PPGTAS?

Sim. Há um Formulário específico disponível no seguinte endereço:  http://tas.mucuri.ufvjm.edu.br/wp/documentos/.

37. Qual o tempo máximo que o discente dispõe para se qualificar perante a Banca?

O tempo máximo dispensado ao discente é de 30 minutos.

Após este tempo a banca se reúne para as considerações.

38. A comprovação de proficiência/suficiência em Língua estrangeira é obrigatória?

Sim. Será necessário comprovação pelo discente de suficiência ou proficiência em Língua estrangeira- Inglês.;

Os Discentes estrangeiros comprovarão proficiência ou suficiência em Língua Portuguesa.

A comprovação pode ser feita por prova específica que ocorrerá semestralmente em data previamente agendada com o mínimo de 60% de aproveitamento ou por meio de aproveitamento de estudos já realizados (http://tas.mucuri.ufvjm.edu.br/wp/wp-content/uploads/2014/09/Resolu%C3%A7%C3%A3o-002-proficiencia-lingua-estrangeira-PPGTAS.pdf)

39. O discente que já tenha um curso de Inglês pode solicitar dispensa de Proficiência? Quais os procedimentos?

Sim. Desde que o curso atenda aos requisitos previstos no Art. 3º da Resolução 002- PPGTAS (http://tas.mucuri.ufvjm.edu.br/wp/wp-content/uploads/2014/09/Resolu%C3%A7%C3%A3o-002-proficiencia-lingua-estrangeira-PPGTAS.pdf)

O discente fará a solicitação à Coordenação apresentando a documentação constante do Art.5º da Resolução 002- PPGTAS. A Coordenação encaminhará ao Colegiado para aprovação ou não.

40. Qual prazo o discente tem para comprovar a proficiência em Língua Inglesa?

O prazo para comprovação de proficiência/suficiência é de 18 meses a partir da matrícula no curso.

41. Como o aluno toma conhecimento do resultado da Proficiência ?

O Coordenador do Programa insere no Siga os dados referentes a suficiência/proficiência em Língua Estrangeira.

- Base Legal: (RESOLUÇÃO 002, do Colegiado do Programa de Pós-Graduação Tecnologia, Ambiente e Sociedade de 20 de maio de 2015).

42. O discente pode solicitar Aproveitamento de créditos de disciplinas já cursadas?

Sim. Disciplinas cursadas em Programas da UFVJM ou de outras IES consideradas equivalentes ou de domínio conexo desde que observada a compatibilidade de, no mínimo, 75% da carga horária e do conteúdo programático ou quando adequado à linha de pesquisa podem ser aproveitadas a critério do Colegiado.

- Créditos aproveitados serão computados no HE e entrarão no cômputo do CRA.

43. O Estágio de docência é obrigatório a todos os discentes regulares do Programa?

Sim. O Estágio de docência é componente curricular obrigatório e deve ser realizado a partir do 2º semestre letivo de ingresso no PPGTAS e concluído, preferencialmente, antes do exame de qualificação do discente no PPGTAS (http://tas.mucuri.ufvjm.edu.br/wp/wp-content/uploads/2014/09/Resolu%C3%A7%C3%A3o-001-Estagio-Doc%C3%AAncia-PPGTAS.pdf )

Obs.: O requerimento do Estágio de Docência deve ser entregue na Coordenação do PPGTAS, no mínimo, 30 (trinta) dias antes do início das atividades previstas no plano de trabalho.

44. É possível obter dispensa do Estágio de docência?

Sim. Para tanto é necessário que o discente comprove mediante documentação expedida pelo estabelecimento, ser ou ter sido docente de ensino superior e tecnológico. A documentação deve ser entregue à Coordenação do PPGTAS,juntamente com o formulário constantes do Anexo II da Resolução nº 001 – PPGTAS, no máximo até o início do 2º semestre do curso, com autorização formal do Orientador do discente.

45. O trabalho de conclusão de curso do PPGTAS deve ser obrigatoriamente uma dissertação?

Não. Segundo o novo Regulamento da PRPPG, por se tratar de um mestrado profissional poderá ter outros formatos (revisão sistemática e aprofundada da literatura, artigo, registros de propriedade intelectual, registro de softwares, projetos técnicos, publicações tecnológicas e outros…) que não a dissertação.

O discente que optar por outro formato que não a dissertação deverá observar o previsto nos parágrafos 2º e 3º do Art. 50 do novo Regulamento Geral da PRPPG (Resolução nº 27,CONSEPE, de 16/03/12017) (http://prppg.ufvjm.edu.br/index.phpoption=com_content&view=article&id=8&Itemid=163)

46. O trabalho de conclusão para o Mestrado profissional também é defendido perante uma Banca Examinadora?

Sim. Perante uma Banca proposta pelo orientador e composta de pelo menos quatro professores doutores (o orientador, um membro da mesma linha de pesquisa do PPGTAS, um membro de outra linha de pesquisa do PPGTAS, e pelo menos um externo ao PPGTAS da área de conhecimento do estudo).

47. Quem propõe a Banca examinadora para a defesa da dissertação?

A Banca será proposta pelo Orientador do discente interessado e aprovada pelo Colegiado do Programa, devendo ser designada e cadastrada no siga respeitando o prazo mínimo de 20 dias para a defesa.

48. É obrigatória a presença física dos membros na Composição da Banca?

Não. A sessão poderá ocorrer sem a presença física dos avaliadores, bem como do discente num mesmo espaço, podendo ser utilizados recursos tecnológicos para comunicação em tempo real (videoconferência).

49. O que acontece se o discente não for aprovado pela Banca examinadora da dissertação?

O discente poderá submeter-se a outra defesa em prazo estabelecido pelo Colegiado do Programa , respeitado o prazo máximo para conclusão do curso.

50. Quando o discente estará apto a submeter-se à defesa da sua dissertação?

Quando atender às condições estabelecidas pelo Regulamento Geral da PRPPG.

51. Qual o prazo para a entrega da versão final da dissertação?

A versão final da dissertação, impressa e digitalizada em pdf deverá ser entregue à coordenação do Programa e à PRPPG obedecendo os prazos estipulados pelo Regulamento Geral da PRPPG.

52. Como realizar a inscrição em disciplina isolada?

A inscrição em disciplina isolada poderá ser realizada pelo interessado, semestralmente, no sistema de Gestão de Inscrição -PRPPG em prazo definido no calendário acadêmico, mediante apresentação de documentação previamente definida pela PRPPG.

A inscrição terá validade por um semestre letivo.

53. O discente não vinculado poderá se inscrever em quantas disciplinas interessar?

Não. O discente não vinculado só poderá se inscrever em duas disciplinas por período letivo.

54. O discente não vinculado poderá cancelar disciplinas em que se encontra inscrito?

Sim. O discente, no período definido no Calendário acadêmico, poderá solicitar o cancelamento de inscrição em disciplinas. Porém, ao proceder o cancelamento, ficará limitado a cursar apenas uma disciplina em nova oportunidade.

55. Para a matrícula em disciplina isolada haverá a cobrança de taxa?

Segundo o novo Regulamento geral da PRPPG, em seu Art. 59, a taxa da matrícula do aluno não vinculado será fixada pela UFVJM e correspondente ao valor da matrícula do aluno iniciante do Programa.

56. O discente não vinculado que for reprovado poderá pleitear nova inscrição em disciplina isolada?

Não. A concessão de nova matrícula em disciplina isolada dependerá de aprovação nas disciplinas cursadas e recolhimento de nova taxa.

57. O aluno da graduação poderá se inscrever em disciplina isolada do PPGTAS?

A inscrição em disciplina isolada está regulamentada pelos Arts 57 a 60 do Novo Regulamento Geral da PRPPG ( http://prppg.ufvjm.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=8&Itemid=163) .
A documentação exigida para a matrícula e os demais passos e procedimentos serão divulgados pela PPRPG em prazo hábil para a inscrição conforme data definida em calendário acadêmico 2017.

O capítulo XXVII- DO Regulamento Geral da PRPPG/UFVJM que trata dos alunos não vinculados não há menção a esta situação específica. A proibição esta contemplada no capitulo VIII- que trata da matrícula dos alunos alunos regulares.

Fonte: -Regulamento Geral da PRPPG (Resolução 2º 27-CONSEPE, DE 16/03/2017);
-Regulamento do PPGTAS;
-Resoluções internas PPGTAS